terça-feira, 17 de março de 2009

DEUS NÃO NOS CHAMOU PARA SERMOS UM SUCESSO; NOS CHAMOU PARA SERMOS TRIUNFANTES


Por que pregamos tanto o amor de Cristo e não suportamos quando um irmão faz algo de errado contra nós? Quem não tiver pecado que atire a primeira pedra!Por que pregamos tanto o arrependimento para os outros, se quando erramos nós mesmos somos incapazes de nos arrependermos e pedir perdão pelos nossos erros?Por que ao invés de pensar nas coisas do Reino e na sua justiça primeiro, nós pensamos nas demais coisas que queremos que sejam acrescentadas logo na nossa vida? Talvez nós sejamos homens e mulheres frustrados na vida muitas vezes, porque nos acostumamos a entregar os pontos, a aceitar a vitória do inimigo.Os valentes de Deus não são assim.
Há um velho ditado que diz: "Um homem sozinho não ganha a guerra..."
Isto não se aplica a um cristão verdadeiro. Porque mesmo debaixo da mais forte provação e dificuldade, nós somos mais do que vencedores. Não são as circunstâncias que nos tornam vencedores, mas o Sangue de Cristo sobre nós.
Os valentes de Davi (2 Sm 23:8-23) não foram os mais proeminentes da sociedade, eram tidos como:
a escória da sociedade.
todos discriminavam.
eram homens sem "eira e nem beira",
eram homens "sem lenço e sem documento".
eram homens que não tinham nada de bom para oferecer à ninguém.
eles não impressionavam pelo que possuíam.
No entanto foram triunfantes por causa da fidelidade.

- FIDELIDADE
Deus está interessado na nossa fidelidade. Davi andava acompanhado de pelo menos trinta e sete pessoas (8:39). Eles andavam juntos, eram seus consultores de guerra, mas, dos trinta e sete que acompanharam a Davi, havia um grupo de cinco: Três que eram os cabeças (Josebe-Bassebete, Eleazar, Sama), e dois (Abisai, Benaia) que estavam tentando chegar lá.
Esses homens eram fieis para com Davi, estavam sempre do lado dele, eram amigos mais chegados que um irmão (Pv 18:24).
Eles deixaram seus nomes nas Escrituras porque foram até o fim.
Eles estavam lá na consagração de Davi como Rei de Israel
Aqueles que desfrutam os momentos de luta também se deleitarão nos momentos de glória.
Só podemos colher frutos se ajudamos a plantar.
Deus não se revela para aqueles que estão apenas de passagem.
Deus busca pessoas que perseverem, que prossigam firmes para o alvo.

1- Os valentes de Deus temem as circunstâncias.
Josebe-Bassebete...brandiu sua lança contra oitocentos homens e os feriu...
Quem enfrenta 800 homens, venceu o pior inimigo: o medo de tentar.
O valente é aquele que não desiste diante das circunstâncias.
Josebe deveria ser um homem que não ouvia o conselho dos covardes, o seu coração era confiante.

Não escute o que as pessoas dizem de você. Escute o que Deus diz:
Agindo Deus quem impedirá (Is 43:1)
Se creres, verás a Glória de Deus. (Jo 11:40)
Tudo é possível ao que crê. (Mc 9:23)

2- Os valentes de Deus são pertinaz.
Eleazar lutou com tanta obstinação, com tanta vontade, que a espada ficou-lhe presa á mão. Vs 9-10 (enquanto os filhos de Israel se retiravam...Eleazar se levantou e feriu os filisteus até lhe cansar a mão e ficar pegada á espada. Naquele dia Deus operou grande livramento...)
Quantas vezes, nos momentos de luta, a primeira coisa que fazemos é largar a espada.
Os valentes se apegam à espada, e não a soltam de jeito nenhum.Acreditar no amanhã, no daqui a pouco, faz parte da fé; faz parte do perseverar na vida cristã.
Creia no que diz a palavra:
"Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel, e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar..." (1 Co. 10:13)
"Não esmagará a cana quebrada, nem apagará o pavio que fumega;..." (Is 42:3)
Os valentes de Deus são fiéis até o fim, na luta e nas batalhas da vida. Eles sabem que Deus conhece os seus limites.

3- Os valentes de Deus vão além das expectativas:
Vs 15 - 16 (Suspirou Davi, e disse: Quem me dera beber água do poço que está junto à porta de Belém! Então aqueles três valentes romperam pelo acampamento dos filisteus, e tiraram água do poço junto à porta de Belém, e tomaram-na e a levaram a Davi...)
Belém estava sitiada pelos filisteus e Davi sentiu um enorme desejo de beber da água daquele poço. Eles não precisavam ir, ninguém os obrigou a ir, ninguém pediu, mas eles se reuniram e foram pegar água para Davi.

O medíocre faz o que lhe mandam, mas o herói realiza os desejos do coração.
O servo faz o que mandam, mas o filho agrada o coração do Pai.
O valente de Deus não está acomodado com uma vida "dentro das normas". Busca sempre mais.
Os valentes de Deus são reformadores naturais, são eternos insatisfeitos com a atual realidade do ser humano..
4- Os valentes de Deus não tomam para si a Glória de Deus:
Vs 17 (Longe de mim, ó Senhor, fazer tal coisa; beberia eu o sangue dos homens que lá foram com perigo de sua vida? De maneira que não a quis beber...)Para os valentes de Deus, as necessidades deles não são maiores que as necessidades do Reino. Não podemos confundir o sucesso da causa que defendemos, com a nossa vida.
5- Os valentes de Deus fazem independentemente das recompensas.
Os valentes de Deus fazem as tarefas do Reino sem se preocuparem com o tamanho das recompensas. Deus não procura pessoas que se preocupem por receber, mas que se preocupem em se doar.
Vs 18-23 (18...Também Abisai...alçou sua lança contra trezentos, e os feriu - 19...era mais nobre do que os trinta,... contudo aos três primeiros não chegou - 20...Também Benaia...feriu dois heróis de Moabe...matou um leão no tempo de neve - 21...Matou um egípcio, homem de grande estatura - 23...Era mais nobre do que os trinta, porém aos três primeiros não chegou...)
Abisai e Benaia fizeram coisas dignas dos maiores valentes, mas não chegaram e não receberam mais por isso.
Abisai e Benaia fizeram proezas, mas não chegaram lá. Deus conhece o nosso lugar e Ele é Fiel e Justo. Muitas pessoas fazem coisas para o reino apenas por recompensas como: reconhecimento, fama, renome e até dinheiro; mas, Deus, procura adoradores que o adorem em Espírito e em Verdade.
CONCLUSÃO
O Reino de Deus é constituído obstinados, de lutadores com sede de vitória, com vontade de fazer o melhor.
Os grandes heróis da Fé não são, necessariamente, homens e mulheres que apareceram no decorrer da história.
O Reino também é feito de pessoas anônimas que o mundo não repara, mas Deus sabe quem são.
Deus não nos chamou para sermos um sucesso; nos chamou para sermos triunfantes.
Os Valentes de Deus não são sempre pessoas bem sucedidas, mas pessoas corajosas a enfrentar a vida apesar das suas dificuldades.

Um comentário:

Ev. Eli hudson disse...

Exelente texto.
Deus é fiel e sempre concederá a vitória em Cristo Jesus

Curas e Milagres

Loading...

Arrebatamento

Loading...