segunda-feira, 24 de setembro de 2012

O LEGADO DE ABRAÃO E DE ISAQUE


A paz do Senhor Jesus Cristo a todos! Quero vos compartilhar a palavra do Senhor Deus; nosso pão diário.
 
Tema: Genesis cap 22 v 2
 
Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi
 
Titulo: O legado de Abraão e de Isaque
 
ESBOÇO:
• A EXPERIÊNCIA VIVIDA POR ISAQUE
• O QUE APRENDEMOS NO SACRIFÍCIO
• A PROVA NOS FAZ CRESCER
• UMA SOMBRA FUTURA DO AMOR DE DEUS
• CONCLUSÃO
 
Introdução: Segundo estudiosos da Bíblia Sagrada, Isaque tinha entre vinte e cinco anos a trinta anos de idade na ocasião que viveu sua maior experiência com o Deus de seu pai Abraão, para mim é importante se frisar esta idade para sabermos discernir e compreendermos o ato de adoração de Abraão e de Isaque naquela ocasião, pois, Abraão não estava levando uma criança indefesa para o altar que não saberia se defender de seu pai, pelo contrario, ele estava levando um rapagão capaz de se defender e perfeitamente capaz de distinguir o que estava ocorrendo ali na montanha de Moriá, e para confirmar a referencia de sua idade, basta observar o fato de ter carregado a lenha do sacrifício montanha acima, conforme diz o texto sagrado (Genesis cap 22 v 6). Meus irmãos acompanhem agora uma experiência que impactou a vida deste rapaz chamado Isaque, e que até agora tem impactado a vida de todos aqueles que carregam dentro de si, a mesma fé que estava sobre Abraão e sobre Isaque e com certeza Deus o Pai, deseja que está mesma fé, venha brotar em vossos corações.
 
• A EXPERIÊNCIA VIVIDA POR ISAQUE
   Havia algo diferente no ar, e o sacrifício não parecia seguir sua liturgia comum, pois, o lugar era distante sendo uma caminhada de três dias, até que o monte fosse revelado a Abraão, para os servos de Abraão que de igual modo eram crentes no Deus de Abraão, foi lês privado de fazerem parte daquele ato de adoração, todos perceberam a ausência do cordeiro, pois, afinal Abraão nunca se esquecia do cordeiro em seus sacrifícios, todavia, o silencio foi quebrado por Isaque, ao dizer ao seu pai: A lenha e o fogo estão aqui, todavia, onde está o cordeiro? Abraão mesmo estando tão próximo do sacrifício, nada revelou ao seu Isaque, mas, disse: “O Senhor proverá para si o cordeiro”.
   Abraão não tinha duvida da revelação, de Deus ao seu respeito e a respeito de seu filho Isaque, mas, como dizer a Isaque a revelação de Deus para ele? Tal como: Isaque, hoje você será o sacrifício! Abraão não sabia como Deus providenciaria um novo cordeiro, todavia, sua fé permanecia inabalável, e seguia para seu desfecho final. De fato Deus agiu no tocante as palavras que ele disse a Isaque acerca da providencia Divina, mas, não imaginava que teria imediata resposta. Isaque até aquele momento não tinha idéia da experiência que viveria no monte da adoração, mesmo notando a ausência do cordeiro, entretanto, logo percebeu que o cordeiro estava ali desde o inicio da jornada e ele era o cordeiro que seu pai ofereceria ao Senhor seu Deus e seu de igual modo, pois, o seu pai o amarrou, o colocou no altar e com seu cutelo bem amolado levantou seus braços para tirar-lhe a vida e cumprir com obediência aquilo que Deus o requereu. Para Abraão o seu filho Isaque era seu bem mais precioso, mas, isto ficou provado que antes de Isaque, Deus foi e ainda é a maior riqueza de Abraão.
   O Deus da providencia se manifestou a Abraão na montanha de Moriá, confirmando as palavras ditas por Abraão ao seu respeito quando disse: “Isaque Deus há de providenciaria para si o cordeiro”, e antes que Abraão concluísse seu ato de fé e obediência, Deus deu ordem ao seu anjo que bradou na montanha da adoração na hora do sacrifício: “Abraão não estenda as suas mãos sobre o moço e não lhe faça nada, porquanto agora sei que temes a Deus e não negaste o teu único filho” (Genesis cap 22 v 11-12). Louvado seja Deus, por Abraão que não negou seu Isaque, Louvado seja Deus, por Isaque que aceitou sem reclamar a posição de fidelidade de seu pai, e se submeteu com obediência e silencio; Louvado seja sempre e sempre o Senhor Deus que não permitiu tal ação e que providenciou um cordeiro para Abraão adorá-lo. Meus irmãos quero aqui abrir um parêntese no tocante ao sacrifício de Abraão e perguntar: Por acaso, Deus tinha duvida da fidelidade de Abraão? Então por que Deus o provou até este ponto? A resposta na Bíblia é nos revelada, ao analisarmos as palavras de espanto e alegria do anjo de Deus a Abraão: Agora eu sei que temes a Deus e que não negaste o seu único filho (Genesis cap 22 v 11-12), quero com isto ressaltar, que os planos de Deus ao nosso respeito transcendem os limites naturais, físicos e ultrapassa as esferas espirituais e é ouvido e percebido na eternidade, lugar onde Deus habita com seus santos anjos. Pois, assim com Deus nos assiste, Ele em seu eterno poder e saber permite que uma multidão de testemunhas conforme diz o texto sagrado no livro de Hebreus cap 12 v 1, também, nos assistam; e isto, em nossas alegrias e desventuras, e ainda diz o texto sagrado que somos feitos por Deus como, espetáculos com vitupérios e participantes das aflições daqueles que já sofreram ( Hebreus cap 10 v 33).
   É importante dizermos que Deus, conhecia a Abraão e sabia que ele não negaria seu Isaque, todavia, os anjos de Deus desconheciam este fato, e o que não dizer do próprio Isaque, que ficou marcado, pelo tamanho da fidelidade de seu pai, diante de seu Deus e Senhor, sim, meus amados Isaque acabara de receber um legado sem tamanho de seu pai Abraão, e isto, ele não ouviu falar nem precisou que alguém o contasse, pois, sentiu na pele a experiência e assim como Abraão ouviu a voz do anjo eu creio que ele de igual modo, percebeu as palavras de espanto e de alegria do anjo do Senhor ao dizer: “Agora eu sei, que temes a Deus”, não meus amados não foi a mãe de Isaque que acabara de lhe contar, tal como: Ei Isaque seu pai é fiel, também não foi o mordomo e amigo de seu pai o Damasceno Eliézer a lhe dizer: Ei Isaque o seu pai é fiel, não meus irmãos; Isaque viu a fidelidade de seu pai com seus próprios olhos no momento que ele levantou seus braços com o cutelo para imolá-lo, e foi com seu próprios ouvidos que ouviu o espanto do anjo de Deus a dizer: “Não faças tal, pois, agora eu sei que temes a Deus, porquanto não negaste seu único filho” (Genesis cap 22 v 11-12).
   Meus amados está verdade devem estar sempre diante de nós, pois, assim como um dia Deus chamou a Abraão, Isaque e Jacó Ele também nos chamou, e assim como estes homens demonstraram fidelidade que ecoou na eternidade e que até agora é ouvida, Deus deseja encontrar em nós estas mesmas virtudes e sentimentos para com Ele, pois, como revela o texto sagrado, uma tão grande nuvem de testemunhas nos rodeia e atentamente observam nossas atitude para com o Deus que se revelou a nós na pessoa de seu Filho Jesus Cristo. Isaque até aquele momento tinha uma visão simples no tocante aos seus expectadores invisíveis, parecia que só Deus acompanhava sua trajetória e história, mas, não foi isto que ser revelou no texto sagrado, pois, o anjo bradou com espanto e alegria na hora do sacrifício e sua voz foi ouvida “Agora eu sei”, meus queridos este não foi o único exemplo nos deixado nos textos sagrados acerca da fidelidade dos homens e como elas são ecoadas na eternidade; vejam o testemunho de Daniel dito pelos anjos “Daniel homem mui amado no céu” (Daniel cap 9 v 23), sim, meus irmão os anjos olhavam para Daniel da eternidade e o amava por causa da sua fidelidade. Porem, irmãos ao analisarmos isto, também, encontraremos o Apostolo Pedro dizer “Vigiai, pois, o diabo anda ao derredor bramando como um leão, procurando a quem possa tragar” (1º Pedro cap 5 v 8), logo, não somente os anjos de Deus nos assistem, mas, também o diabo com seus demônios, a procura de pessoas que aderem a infidelidade, a desobediência e rebeldia ao Senhor Deus. Lembre-vos de Adão e de Eva no Jardim do Éden que foram seduzidos pela serpente e levado a perda da comunhão com Deus e a morte física por sua infidelidade. Mas, estes não são os únicos a nos observarem, pois, todos nós somos assistidos por nossas famílias, parentes, amigos, conhecidos ou desconhecidos, sim, todos estão a olhar para nós. Mas, por que eu pergunto? A resposta esta no chamado que recebemos de Deus, para nos tornarmos sua herança e possessão assim como foi Abraão, Isaque e Jacó, e se temos aceitado este chamado, logo, assumimos uma nova condição e posição diante de Deus, dos seus santos anjos, diante dos seres das trevas (demônios) e diante da sociedade, agora somos filhos de Deus, as pessoas mais ilustre da terra, um povo que por Deus é chamado de santo, especial, zeloso e de boas obras, somos embaixadores do céu, somos cristão, ou seja, parecidos com Jesus Cristo, somos uma nação sacerdotal, somos a igreja, coluna e firmeza da verdade, somos muitos, porem constituídos em um só corpo, somos um povo que recebeu do seu Mestre e Salvador poder para curar todas as doenças e enfermidades e expulsar todos os demônios e vencer as portas do inferno no nome de Jesus Cristo (1º João cap 3 v 2; Tito cap 2 v 14; 1º Pedro cap 2 v 9; cap 4 v 16; 1º Timóteo cap 3 v 15; 1º Coríntios cap 12 v 12, 27; Lucas cap 10 v 19; Mateus cap 16 v 18).
   Logo, se antes eu era impuro agora eu sou puro, se antes eu era amante de mim mesmo, agora eu amo a Deus sobre todas as coisas, se antes eu fazia tudo que me vinha a minha mente, agora eu busco os pensamentos de Deus revelados em sua palavra (Bíblia Sagrada), sim, saímos da condição condenável, para condição de salvação, saímos do lodo onde existe o fedor do pecado e da morte, para a condição de firmeza e sustentação na Rocha que é o Senhor Jesus Cristo e passamos a exalar o bom cheiro de Cristo, sim, deixamos a condição de pobreza e miséria espiritual e em Deus nos tornamos ricos (Salmos cap 40 v 2-3; Salmos cap 113 v 7-8 2º Coríntios cap 2 v 15; Tiago cap 2 v 5). E se todas estas maravilhas no sobrevieram ao passo que aceitei o chamado de Deus Jesus; como então os olhos de todos não estarão fitos em nós, pois, antes andávamos sem esperança, porem, agora andamos com esperança, antes andávamos como medo, porem agora seguros em Deus Jesus, porquanto Ele nos disse “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora” (João cap 6 37). Amados, somos agora filhos de Deus, irmãos e irmãs do Senhor Jesus Cristo, e participantes de sua natureza, (Marcos cap 3 v 35), pois, o seu Santo o Espírito em nós veio habitar por meio da sua graça e favor, antes éramos trevas, todavia, agora somos luz, disse o Senhor Jesus: “Como podereis esconder uma cidade edificada sobre uma montanha” (Mateus cap 5 v 14), o Senhor Jesus é a nossa montanha e Nele estamos edificados e firmados, como então; nós que Nele estamos firmados, não seremos vistos ou assistidos por todos.
   O fato é que Deus quis e ainda quer mostrar e revelar a fidelidade de seus filhos a todos aos que os assistem. Deus meus queridos não deve explicações a ninguém, pois, diz o texto “Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus, se é Ele quem nos justifica” (Romanos cap 8 v 33), todavia, é prazeroso para Deus, testificar a fidelidade de seus santos e amados na eternidade, porquanto Deus em Abraão mostrou e disse sem palavras aos seus anjos “Este meu escolhido é fiel e Isaque seguiras seus passos”, em Daniel Ele disse aos seus anjos este Daniel é meu amado, em Jó Ele disse a Satanás, disse a esposa de Jó, disse aos amigos de Jó e também disse aos anjos de Deus na eternidade “Este meu filho Jó é fiel a mim independente das circunstâncias” (Jó cap 1 e 2). Diante disto eu pergunto: E a mim e a você que aceitamos ao Senhor Jesus como Deus e Senhor seremos diferentes? Acaso é outro Deus que temos crido ou aceitado? Pois, se Deus nos fez espetáculos conforme a sua palavra, com certeza havemos de sermos provados, como foram seus servos no passado.
 
• O QUE APRENDEMOS NO SACRIFÍCIO
 Aprendemos no sacrifício que a nossa fidelidade a Deus é vista diante dos expectadores, visíveis e invisíveis;
 Aprendemos no sacrifício que as duvidas ao seu respeito são dissipadas;
 Aprendemos que no sacrifício são revelados todos aqueles com quem podemos contar;
 Aprendemos no sacrifício que Isaque conheceu o tamanho da fidelidade de seu pai diante de seu Deus, e não somente ele mais até os anjos conheceram;
   Logo, diante da revelação dos sacrifícios e das ofertas, fica impossível dimensionar a ação de um rapaz em oferecer ao Senhor Jesus “Cinco pães e dois peixinhos” (João cap 6 v 9), pois, deu para Deus tudo o que tinha em mãos e atendendo assim o chamado logo que lhe foi solicitado, eu fico a imaginar  talvez, os discípulos correndo a multidão a dizer: “Alguém de vocês tem alguma coisa para se comer” ou ainda “O Mestre está solicitando o pão do primeiro voluntário”. Mas, espere ai, alguém disse: penso eu: “Eu só tenho um pedacinho, só da para mim”, ou ainda “Não era de graça os milagres e os seus discursos; já começou cobrar!”. Mas um rapaz se prontificou, “Ei discípulo: eu tenho aqui cinco pães e dois peixinhos; levem para o mestre”. Com certeza depois do milagre da multiplicação, alguém pensou deixei de ver meu pão se transformado em milhares e alimentar multidão. Com isto, eu volto em Abraão e reflito: qual de nós ao oferecer para Deus um sacrifício ou uma oferta, não se alegraria em ouvir o anjo de Deus bradar “Agora eu sei que você é fiel”. Ainda fico a pensar na oferta da viúva, que no baú das ofertas na casa de Deus, colocou duas pequenas moedas, pois, enquanto os ricos colocavam muito dinheiro ali, veio uma viúva, e depositou todo seu sustento disse o Senhor Jesus (Lucas cap 21 v 1-4), meus queridos, qual de nós, não sentiríamos prazer em ver o testemunho do Senhor Jesus a dizer: Eu me agradei do seu sacrifício, Eu recebi esta sua oferta, e não foi pelo valor ofertado, mais pela sua fidelidade e prontidão em colocar tudo o que tinha no baú de Deus.
 
• A PROVA NOS FAZ CRESCER
   Meus irmãos, os resultados de toda provação e desafios alem de trazer para Deus louvor na eternidade, em nós reflete em benção e crescimento espiritual ao passo que provamos a Fidelidade de Deus para conosco, ou quem duvidaria que o rapaz que deu os cinco pães e seus dois peixes para Deus Jesus, hesitaria no futuro em lhos dar novamente outros pães ou peixes. Voltemos em Abraão e Isaque, vejam o que Deus lhes proferiu após o seu ato de fé e obediência.
Genesis cap 22 v 16-18
Porquanto fizeste esta ação, e não me negaste o teu filho, o teu único filho, deveras te abençoarei, e grandissimamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus, e como a areia que está na praia do mar; e a tua descendência possuirá a porta dos seus inimigos; e em tua descendência serão benditas todas as nações da terra; porquanto obedeceste à minha voz.
   Deus estava dizendo: Abraão eu estou confirmando as minhas promessas mais uma vez a você, e tu Isaque será a herança de teu pai Abraão, eu vou te multiplicar de forma tão grandiosa que não haverá lugar que você não possua e até as portas dos seus inimigos serão tomados por seus descendentes, e em ti todos os habitantes da terra serão abençoados. E isto se confirmou em Jacó filho de Isaque que por sua vez teve doze filhos, sendo que, um dos seus filhos chamou-se Judá o qual da sua descendência nos nasceu o Salvador, a saber, Jesus o Cristo Nele todas as famílias da terra são abençoadas por crerem no seu nome. Meus queridos, Deus continuou a abençoar a Isaque enquanto viveu, e de fato o foi fruto de suas experiências passadas que teve no monte da provisão onde Deus se manifestou a eles lhes provendo um cordeiro para adoração.
   Para tanto, perceba o resultado desta experiência logo a frente, na ocasião que habitou na terra de Gerar onde Deus o fez prospero e muito rico naquela terra, mas, assim como lhe veio as benção de Deus também, lhe veio a inveja dos habitantes daquela terra (os filisteus), que por sua vez entulharam todos os poços de água de Isaque. Porem, Isaque tornou a cavar até que achou águas vivas, mas, os moradores da terra de Gerar contenderam por aquele poço e Isaque, deixou aquele poço para eles cujo nome é Eseque, e tornou a cavar um novo poço e tornou a achar águas e novamente houve contenda pelo poço, que por sua vez lhes deixou cujo nome é Sitna, e partindo dali cavou outro poço, porem, agora não houve contenda pelo poço e chamou aquele poço de Reobote, dizendo o Senhor nos alargou (Genesis cap 26). Agora eu pergunto: Será que Isaque deixaria de cavar poços, sendo que seu Deus é o Deus da provisão? Como ele deixaria de crer que Deus lhe faria achar água, visto que a promessa de Deus para ele era de crescimento e prosperidade! Porquanto assim como Deus não permitiu sua morte no monte da adoração lhes provendo um cordeiro, Isaque cria que não importaria o lugar Deus faria brotar águas vivas para que ele, para sua família, para seus servos e servas e para todos os seus animais beberem dela, e isto falo, por causa da promessa de Deus feita a ele; sendo que, todas estas promessas também são para ti e para mim, que acreditamos no Deus de Abraão o Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo.
 
• UMA SOMBRA FUTURA DO AMOR DE DEUS
   O ato de Abraão em ofertar seu Isaque foi mais que um ato de adoração e obediência, e sim uma sombra futura do sublime amor de Deus, pois, Isaque neste ato representou tipologicamente o Salvador Jesus num futuro até então desconhecido para eles, mas não para nós no século presente. E para enxergarmos isto, basta olharmos para Isaque, pois, como vos informei no principio, tratava-se de um homem consciente e perfeitamente capaz de distinguir o que estava ocorrendo ali em virtude ao ato do sacrifício, mas, com um cordeiro mudo não reclamou ao seu pai, nem quis se defender ou tentou fugir, pelo contrario aceitou o seu fardo, e quando olharmos para o Salvador Jesus, o veremos como Isaque aceitando o seu fardo sem reclamar e como uma ovelha muda o Senhor Jesus não abriu sua boca, e do mesmo modo que o Senhor Jesus carregou o madeiro a cruz, Isaque também carregou a lenha que serviria para seu martírio. Isto também, nos faz pensar no por que Abraão nada revelou a Isaque até aquele momento, pois, assim Isaque estaria inocente até que lhe fosse revelado que ele seria o sacrifício.
   Meus irmãos o fato de Deus ter dito seu único filho, repetidamente por três vezes, (Genesis cap 22), também confirma, que não se tratava de um ato de adoração apenas, mais de uma mensagem profética acerca do Messias o Salvador do mundo, uma sombra futura do amor de Deus, que haveria de ser revelado a humanidade, e tanto é sólido esta alegoria ou representação, pelo fato de Deus ter providenciado um cordeiro para ser morto no lugar da vida de Isaque, sendo que; este cordeiro providenciado por Deus a Abraão representava o Salvador Jesus, que em breve seria morto pelo pecado da humanidade; porquanto disse o Apostolo João: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (João cap 3 v 16). Meus amados como Abraão e de Isaque compreenderia aquilo que Deus os havia pedido? Visto que, tratava-se de algo futuro! Sim, estava muito alem de seu tempo, algo que haveria de ser esclarecido, todavia, para nós foi revelado através dos Evangelhos, onde perfeitamente enxergamos o Amor de Deus por toda a humanidade ao nos dar seu unigênito, santo e imaculado para na sua morte nos remir de toda iniqüidade. Amado leitor este amor e perdão você só poderá sentir se crerem e aceitarem ao Senhor Jesus como seu Senhor e Salvador pessoal; creia e o aceite agora mesmo!
 
Conclusão: Um legado de fé e obediência foi nos deixado por Abraão e Isaque, e logo que fico a meditar nisto, não é de se surpreender o porquê Jacó, tomou isto de seu irmão Esaú, porquanto Esaú, sendo o herdeiro deste legado, visto que nasceu primeiro, todavia, não valorizou está herança de fé e obediência, e não querendo batalhar pelas bênçãos de seu avô Abraão e seu pai Isaque, vendendo assim a Jacó seu irmão o direito de primogenitura (Gênesis cap 25 v 31-32). Já Jacó, desejou todas estas benção, lutou por elas, fugiu por elas, creu nelas e ensinou seus doze filhos também, acreditar nelas e como Abraão e Isaque tornou-se um herói, e de Deus recebeu o nome de Israel, pois, como príncipe lutou com Deus e com os homens e prevaleceu (Gênesis cap 32 v 28), portanto meus irmãos se são filhos de Abraão por meio da fé lutarão pela causa do Evangelho do Senhor, pois, disse Jesus:“Abraão me viu e se alegrou” (João cap 8 v 56).
 
Ev. Eli Hudson
Assembléia de Deus
 

domingo, 8 de janeiro de 2012

OS MAIS EXELENTES DONS

A paz do Senhor Jesus Cristo a todos! Quero vos compartilhar a palavra do Senhor Deus; nosso pão diário.

Tema: Efésios cap 4 v 8

“Por isso diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, E deu dons aos homens”

Titulo: Os mais excelentes dons

Introdução: Meus queridos; você já refletiu nos grandes dons e virtudes que Deus na pessoa do seu Filho Jesus Cristo deus aos homens; e dentre tantos venho citar estes: Autoridade e liderança, sabedoria e inteligência, amor, fé, humildade e submissão. Agora eu pergunto: Qual dentre estas virtudes me proporcionara um maior destaque diante de Deus e diante dos homens? Porventura será a autoridade e a liderança sobre as pessoas? Ou será a sabedoria e a inteligência? Será o amor verdadeiro? Ou talvez a fé e a motivação? Será por acaso a humildade e a submissão? Quais dentre estas me fará acertar o alvo? Outro sim; é perfeitamente claro que estas virtudes ou dons, são qualidades essenciais para a vida em sociedade, pois o homem sendo um ser social depende dos demais seres, e para exemplificar cito a busca da humanidade em desenvolverem meios de comunicações tais como a: os rádios, TVs, jornais, internet e tantos outros, para que por meio destes transferir informações, revelando a sua dependência uns dos outros. E quando eu olho na Igreja Estabelecida por nosso Senhor Jesus Cristo o qual Ele mesmo é o Fundamento e Sustentação, não é diferente, pois diz o texto Sagrado: “Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, é um só corpo, assim é Cristo também” e diz mais “Vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular” (1º Coríntios cap 12 v 12; 27). Meus irmãos! Um corpo sadio é um corpo que tem em seus membros uma perfeita comunicação, e o Senhor Deus em seu infinito amor, saber e poder, nos revela através do corpo humano como deve funcionar a sua Igreja, o qual não está ligada a órgãos e denominações nenhuma, mas, está ligado Nele próprio que é a cabeça da Igreja “Cristo é a cabeça da igreja, sendo Ele próprio o salvador do corpo.” (Efésios cap 5 v 23). Diante disto, vos convido a entenderem pela revelação de Deus nas Sagradas Escrituras (Bíblia), a importância dos dons de Deus dado aos homens.

ESBOÇO:
• LIDERANÇA E FÉ
• SABEDORIA E INTELIGÊNCIA
• HUMILDADE E SUBMISSÃO
• O AMOR
• CONCLUSÃO

• A LIDERANÇA E FÉ
Qual foi o líder que causou e ainda causa tanto impacto e inspiração quanto a Gideão, pois nos revela o texto Sagrado, que ele liderou trezentos homens escolhidos contra um exército que era quatrocentas e cinqüenta vezes maior que o dele, pois, os Sírios eram em numero de Cento e trinta e cinco mil homens, todavia, sua liderança, capacidade dada a ele por Deus o Pai, e sua fé no Senhor Deus, outra virtude ao qual Deus tem conferido aos homens, levou a Gideão e seus trezentos homens a vitória (Juízes cap 6 á 7). Agora eu pergunto: Será então que o sucesso se resume na capacidade de confiar em Deus (fé), e no poder de influenciar e liderar pessoas?
Por meio da revelação Bíblica, é certo dizermos, que em Gideão havia mais de uma virtude, pois a fé é distinta da capacidade de liderar. Agora eu pergunto: Uma pessoa, pode ter sucesso ou deixar de ter, se nesta pessoas houver uma única virtude ao invés das duas? Para tanto, olhemos para o exemplo de Ló sobrinho de Abraão, pois, tinha fé e confiança em Deus o Pai, todavia, a sua capacidade de liderar pessoas era mínima, pois, não conseguiu liderar a sua pequena família (esposa e duas filhas), pois, diz o texto Sagrado, que precisou que um anjo de Deus os pegasse pelas mãos e os levassem para fora de Sodoma e Gomorra, pelo fato de Ló não conseguir fazer esta simples tarefa, e ainda vemos que sua influencia sobre a sua esposa era tão pequena, que enquanto eles corriam para longe de Sodoma, Ló não conseguiu impedi-la de olhar para traz, logo, é certo dizer que a salvação e o sucesso diante de Deus e de nós os homens que sabemos de sua história não foi perfeita, foi parcial e salvação incompleta. Por quê? Porque em Ló faltou o dom de liderar e como resultado perdeu a sua esposa e mãe de suas filhas, no momento em que ela ao olhar para traz virou uma estatua de sal. (Gênesis cap 19 v 1-26).
Meus irmãos! Não nos frustremos diante de Deus nem dos homens, por sabermos que muitos de nós em sua grande maioria não somos lideres, porque esta virtude Deus o Senhor não deu para todos, e sim para todos aqueles que Ele escolher para tal, pois, diz o texto Sagrado, “Deus não olha a aparências dos homens, mas, os corações” (1º Samuel cap 16 v 7), e foi Ele mesmo quem deu “Uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores” (Efésios cap 4 v 11), os quais são os lideres colocados por Deus Jesus na sua Igreja, todavia, alegre-se em Deus, pois existem muitas situações que não exigem de nós a capacidade de liderar, mas, apenas a capacidade de crer, veja o grande exemplo de Jairo, que estava com sua filha de doze anos de idade quase a morrer em sua casa, e em seu desespero e ultimo ato de esperança ele (Jairo), foi até o Senhor Jesus para pedir socorro, mas logo que o encontrou e pediu ajuda, também veio uma noticia muito triste para Jairo “Não incomodes mais o Mestre, a sua filha já esta morta” (Lucas cap 8 v 49), e qual foi a resposta do Senhor Jesus para Jairo: “Não tenhas medo, crê somente e sua filha será salva” (Lucas cap 8 v 49). Meus irmãos ao olhamos para salvação que há em Deus Jesus, entendemos que aquele que nos lidera até o céu, não é outro senão o próprio Deus por meio da sua palavra e pela revelação de Jesus Cristo que através do Espírito Santo comunica aos homens de todas as nações tribos e línguas o seu grande amor, graça e seu favor. Logo, a Salvação Eterna em Jesus Cristo não esta ligada a lideres humano por mais qualificados que eles sejam, mas unicamente na minha fé em Jesus o Filho de Deus.

• A SABEDORIA E INTELIGÊNCIA
Quão maravilho seria se sobre nós houvesse a sabedoria que estava sobre o rei Salomão, pois este foi o ponto alto de todo seu sucesso, não foi a fé ou sua liderança em guerra e batalhas, pois, Deus lhe deu paz em todo seu reinado, não permitindo que houvesse guerras nem rumores de guerras em seus dias. Reflitamos nisto! Se não há guerras e batalhas não existem grandes desafios, não havendo grandes desafios, os quais são possíveis formas de se exercer ou provar a fé e a liderança de um rei; como, pois, Salomão poderia se destacar diante dos reis ao redor de Israel e diante de seus súditos? Como os homens de sua época saberiam que Deus estava sobre ele, assim como estava sobre seu pai Davi? Como ele provaria que era um homem que confiava em Deus sendo que não enfrentou desafios comuns dos reis de seu tempo? Como ter sucesso diante disto?
As respostas temos no momento em que Salomão encontrou-se com Deus em uma visão enquanto dormia, pois Deus fala com os homens e mulheres até agora por meio de visões e sonhos (Números cap 12 v 16; Daniel cap 1 v 17; Atos cap 2 v 17;), sim nos diz o texto Sagrado, que Salomão tinha uma preocupação em seu coração, ele enxergava uma grande carência de se julgar as causas dos seus súditos de forma perfeita onde a verdade e não a injustiça prevalecesse, sendo assim ele disse a Deus: “A teu servo, pois, dá um coração entendido para julgar a teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; porque quem poderia julgar a este teu tão grande povo?” (1 Reis cap 3 v 9) e qual foi a resposta de Deus para a alegria de Salomão e nossa! “Eis que fiz segundo as tuas palavras; eis que te dei um coração tão sábio e entendido, que antes de ti igual não houve, e depois de ti igual não se levantará” (1Reis cap 3 v 12). Meus irmão a sabedoria e inteligência é cousa primordial, pois, quem tem sabedoria, não há necessidade de se destacar em liderança, pois, ele mesmo saberá encontra um líder que seja justo e bom, para estar em seu lado, quem tem a sabedoria e inteligência ainda que não tenha uma grande fé, saberá identificar os homens e mulheres de fé, que não desistem de seus alvos, para estar ao seu lado e ser estimulados por eles, pois a fé é contagiante, quem a possui consegue plantar a todo o momento nos corações de quem não a tem. Disse o sábio Salomão como a sabedoria que Deus lhe conferiu “Para o entendido, o caminho da vida leva para cima, para que se desvie do inferno em baixo” (Provérbios cap 15 v 24), logo a sabedoria que vem de Deus é boa, e conduz ao céu; onde pois a encontraremos? Primeiro falarei onde não as encontraremos, pois não será encontrada em termos filosóficos nem em teorias de vultos humanos tais como: Platão, Sócrates, Aristóteles ou Epicuro, mas só a encontraremos nos ditos santos do Senhor Jesus Cristo o Filho de Deus veja: “Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim” (João cap 5 v 39), sim; eu vos afirmo que a sabedoria contidas nas Escrituras Sagradas é capaz de te conduzir ao céu.

• A HUMILDADE E SUBMISSÃO

Meus irmãos, qual é a porta que a chave chamada humildade e submissão não é capaz de abrir? Qual é o meio social em suas mais diversas classes que aquele que é humilde e submisso não será capaz de entrar e conseguir tudo que lhe for de mister? Porque vejo que até onde impera a arrogância e exaltação, é preciso humildade e submissão em primeiro lugar para se entrar neste convívio; ou como entraremos em lugares de extrema pobreza e miséria, cito bairros pobres e favelas onde em sua grande maioria infelizmente tem sido dominado pelos crimes e tráficos de drogas, se não usarmos a chave da humildade e submissão, que é a chave de todas as entradas. Olhemos também quando entramos numa repartição publica que exige a humildade e submissão, tais como regras de esperas, senhas ou filas; mas, se formos arrogantes e não submisso será possível atingirmos o nosso alvo? Porque todos os que se propõem a serem humildes e submissos não ficara sem resposta.
A humildade é tão primordial na vida de alguém quem sem a qual, não alcançaremos o favor de Deus, pois diz: “Deus resiste aos soberbos; dá, porém, graça aos humildes” (Tiago cap 4 v 6), e ao olharmos a história veremos que os homens que mais tiveram destaques diante de Deus e dos homens foram os humildes e submissos vejam:

► Davi

“Então entrou o rei Davi, e sentou-se perante o Senhor, e disse: Quem sou eu, Senhor Jeová, e que é a minha casa, para me teres trazido até aqui?” (2º Samuel cap 7 v 18)

► Salomão

“Agora, pois, ó Senhor meu Deus, tu fizeste reinar teu servo em lugar de Davi, meu pai. E eu sou apenas um menino pequeno; não sei como sair, nem como entrar.” (1º Reis cap 3 v 7)

► Paulo

“Eu sou o principal pecador” (1º Timóteo cap 1 v 15)

Todos estes homens e muitos outros foram grandemente exaltados por Deus e honrados, por causa de sua humildade e submissão diante de Deus e dos homens. Agora eu pergunto; quem é aquele que será capaz de dizer que a humildade e submissão não me levarão a lugar algum? Porque o Rei dos reis e Senhor dos senhores se humilhou até a estatura de homem e como homem foi obediente e submisso até a morte e morte de cruz (Filipenses cap 2 v 8), e como resultado de sua humilhação e submissão Deus o pai o exaltou soberanamente e lhe deu um nome sobre todo o nome que se nomeie o qual todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Ele é Senhor para gloria do Deus o Pai (Filipenses cap 2 v 9-11).

• O AMOR

Deus é amor (1º João cap 4 v 8), e toda sua criação se fez com amor, com seu infinito saber e poder, pois diz: “E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom” (Gênesis cap 1 v 31), e ao refletimos nisto, logo vemos, que a base do sucesso de uma família ou grupo é o amor, porque sem o qual a mesma não resistira os revezes da vida e as diferenças uns dos outros, mas, a família, grupo, empresas, que tem amor por seus semelhantes, e por seu habitat, há de usar as diferenças para promover o sucesso coletivo.
Tão logo, pode haver grandes lideres, todavia, serão esquecidos e receberão nomes e títulos de suas crueldades; olhem para Hitler que em sua grande liderança levou o povo Alemão a odiarem seus semelhantes e por conseqüências disto, alcançaram a antipatia de milhares de pessoas até o dia de hoje, pois, o líder sem amor, só causará mal aos homens e falhará em acertar o seu alvo. E o que não diremos dos Sábios e Inteligentes que sem amor aos seus semelhantes, construíram armas e bombas atômicas de destruição em massa, sob pretexto de segurança nacional; que valor eu darei a inteligência destes homens? Que credito você dará para aquele que criou o revolver e tantos outros meios inteligentes de matar até mesmo sem que as vitimas sintam dor? Porquanto toda a sabedoria que não vem de Deus, é humana e maligna, e que as possui não poderá acertar o seu alvo, mas, a sabedoria que vem de Deus é boa e pacifica sendo facilmente encontrada nas paginas Sagradas da Santa Bíblia, nos direcionando para o alvo que é Deus Jesus o Senhor (São Tiago cap 3 v 15-17).
O que eu poderei dizer dos homens que possui tamanha fé que até as montanhas são removidas! Direi, sim direi: Todos vocês alcançaram fama e respeito diante dos homens, mas, e diante de Deus? Porquanto diz: “Ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria” (1º Coríntios cap 13 v 2), logo, toda motivação ou conquista de fé sem amor ainda que atinja os alvos humanos, não poderei atingir o alvo que é Deus, sim, eu digo toda manifestação de fé sem amor se constituirá meramente um Show ou um metal que retine, faz barulho, mas não pode salvar. Porquanto Deus dirá para muitos naquele dia que se julgarão dignos de serem salvos por fazer tantos milagres e maravilhas no nome do Senhor Jesus tais como: curas, expulsão de demônios e muitos outros milagres; Deus dirá a eles: “Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.” (Mateus cap 7 v 22-23), logo meus queridos, a fé sem amor não me fará acertar o alvo que é Deus o Pai na pessoa do seu Filho Jesus o Cristo.
Olhemos ainda para a humildade que não tem base no amor, esta humildade é falsa e mentirosa, sim ela é a chave usada por pessoas que o Senhor Jesus denominou de lobos devoradores que se vestem em peles de ovelhas, para em ocasião oportuna, nos roubar, nos matar, nos tirar aquilo que nos foi conquistado com esforço e nos fazer refém de suas idéias. E existem ainda vitimas que ousam a dizer: “Como aconteceu isto? Tal pessoa parecia tão boa!”. Meus irmãos existem inúmeras pessoas que são humildes, mas, se esta humildade não tiver base no amor de Deus Jesus, estas também falharão, logo, a chave da humildade e submissão, poderá abrir todas as portas, mas não abrirá aquela que te levará ao céu junto a Deus, e de seus santos e poderosos anjos.
Olhemos agora para o dom do amor, diz Deus acerca deste dom “O AMOR NUNCA FALHA” (1º Coríntios cap 13 v 8), jamais acabará o amor, todos os outros dons desaparecerá, mas, o amor é o eterno sentimento que vem de Deus, é a virtude mais sublime que se possa nomear, é como um rio que deságua no oceano, e este oceano chama-se Deus o Pai, em seu Filho Jesus, que por meio do Espírito Santo comunica tudo em nós. Quem ama Lidera qual pastor de ovelhas que conduz seu rebanho a águas tranqüilas, qual pai de família, que com prazer Sofre as mazelas e dores do trabalho, enfrentando Humilhações com Submissão, Acreditando no futuro de seus filhos e no bem estar de sua linda mulher que espera o seu retorno, que com amor usa de Sabedoria em evitar, as ciladas de pessoas ímpias que desejam levarem as bebedeiras e orgias, as quais são capazes de ruir toda bela união. Logo, é perfeitamente claro de se observar que o amor uniu toda boa dádiva em si mesmo, sendo Ele o Senhor Jesus Cristo a revelação perfeita do amor diante de nossos olhos.

Conclusão: Meus irmãos, concluo este texto, fazendo menção do amor o qual é a maior virtude ou dádiva que alguém possa ter ou adquirir das mãos de Deus o Pai, pois na pessoa de Jesus a revelação perfeita do amor eu vejo: um líder amoroso “E vendo a multidão teve compaixão dela” (Mateus cap 15 v 32), um líder sábio “Se Deus cuida dos passarinhos como não cuidará de voz homens de pequena fé” (Lucas cap 12 v 24), um líder que tinha sua motivação no amor para fazer milagres “Logo que o Senhor a viu, encheu-se de compaixão por ela, e disse-lhe: Não chores e tão logo disse ao seu filho que estava morto levante-se moço” (Lucas 7 v 11-15), um líder humilde, pois “Lavou os pé dos discípulos (João cap 13 v 5), um líder submisso que “Pagou o imposto seu e do discípulo (Mateus cap 17 v 27), e que aceitou beber o cálice da morte por amor a nós “Seja feita a sua vontade” (Lucas cap 22 v 42),um líder cheio de fé, pois dela Ele é o autor “Pai eu sei que sempre me ouves” (João cap 11 v 42; Hebreus cap 12 v 2), portanto, se queres ser perfeito, ame a Deus de todo seu coração, de toda sua alma, com toda as suas forças, com todo seu entendimento e ao próximo como a ti mesmo, pois todos os mandamentos de Deus se resume em apenas estes dois mandamentos (Mateus cap 22 v 37-40).

Ev. Eli Hudson
Assembléia de Deus

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

EM QUAL DAS VONTADES DE DEUS EU ESTOU VIVENDO ?

A paz do Senhor Jesus Cristo a todos! Quero vos compartilhar a palavra do Senhor Deus; nosso pão diário.

Tema: Romanos cap 12 v 2

“E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”

Titulo: Em qual das vontades de Deus eu estou vivendo?

Introdução: Meus queridos, quando falamos das vontades de Deus e das nossas atitudes em relação a elas existem grandes duvidas que permeia as nossas mentes, pois achamos que tudo que acontece ou que aconteceu está dentro do plano perfeito de Deus para nós, sendo que, ao passo que olharmos para a palavra de Deus nas Sagrada Escrituras (Bíblia), nela enxergaremos outras vontades de Deus as quais são: Vontade Perfeita, Vontade Permissiva, Vontade Soberana e Vontade Simples (grifo meu). Agora olhemos por um momento para o homem em seu estado original no Jardim do Éden, quando desfrutava da Perfeita Vontade de Deus; sendo elas inumeráveis venho citar: a perfeita saúde, a perfeita alegria e perfeita harmonia com tudo que estava em sua volta e como se não bastasse Deus lhe concedeu inteligência superior a todos os outros seres criados e a capacidade de escolher entre o certo e o errado, logo este direito de escolha é chamado de: livre arbítrio, o qual nos foi dado para que livremente escolhêssemos louvar e obedecer ao nosso criador mesmo diante de uma opinião ou sugestão contraria aos seus mandamentos para nós, todavia, uma vez que o homem ficou exposto a tentação maligna ele preferiu ficar com a palavra da serpente ao invés da palavra de Deus, e como conseqüência de seu ato de loucura, a humanidade tem sofrido a dor do pecado original de Adão e Eva até o presente século. Agora eu pergunto: Tudo que aconteceu se encaixa dentro da Perfeita Vontade de Deus? Ou dentro da Vontade Permissiva? Ou ainda será a Vontade Soberana? Ou a Simples Vontade de Deus? Meus queridos, eu vos convido neste texto a compreenderem pela revelação do Senhor Deus exposta nas paginas da Bíblia Sagrada qual seja a “Boa e perfeita e agradável Vontade de Deus para você” (Romanos cap 12 v 2).

ESBOÇO:

• A PERFEITA VONTADE DE DEUS

• A PERMISSIVA VONTADE DE DEUS

• A SOBERANA VONTADE DE DEUS

• A SIMPLES VONTADE DE DEUS

• CONCLUSÃO


• A perfeita vontade de deus

A perfeita vontade de Deus para o homem foi que o mesmo permanecesse em seu primeiro estado de santidade, inocência e intima comunhão com Ele, de modo que, ele e a sua geração povoassem a terra e desfrutassem todos os seus benefícios os quais são: “Multiplicai, frutificai, sujeitai, dominai o mar, o céu e a terra” (Genesis cap 1 v 27-31), sendo que dentro da capacidade de escolha que o homem recebeu de Deus, ele precisaria apenas observar um único mandamento, não comer o fruto de certa arvore veja:

(Genesis cap 2 v 16-17)

“E ordenou o SENHOR Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás”

Na perfeita vontade de Deus se compreende que: Deus nunca quis ou desejou a morte do homem, em tempo algum, nem novo ou velho, Ele nunca quis que o homem experimenta-se a enfermidades e as mazelas da vida, nunca desejou que o homem conhecesse o ódio, a inveja, a cobiça, as traições, as guerras, a violência e toda maldade que se possa nomear, todavia, Ele deu ao homem na sua Perfeita e Soberana Vontade, a capacidade dele escolher livremente obedecê-lo, Deus não fez do homem uma maquina, o qual é programado e vedado suas escolhas; alias que escolha uma maquina tem? Mas como dar ao homem o direito de escolher se não houver algum teste? Para tanto, Deus testou o desejo e a fidelidade do homem diante Dele, quando disse existe uma única arvore aqui que você não poderá comer senão você morrerá (Genesis cap 2 v 16-17), meus queridos reflitamos nesta questão: quantas frutas existia ali? E quando observamos o texto Sagrado, não foi a fome que levou Adão e Eva pecar, pois no tocante a comida; Adão e Eva tinha em abundância, e até os animais Deus já havia dado por mantimento (Genesis cap 1 v 29-30). Então por que pecar? Pecaram pela ilusão de quererem torna-se iguais a Deus (Genes cap 3 v 5), meus queridos hoje não é diferente, temos muito e queremos mais, não nos contentamos com o que temos, vivemos uma busca desenfreada por mais tecnologia, mais, conforto, mais dinheiro, mais casa, mais carro etc. E ao olharmos para traz foi assim que Adão caiu; quando quis mais já tendo tudo. E por desobedecer ao mandamento de Deus saiu da Vontade Perfeita e entrou na Vontade Permissiva. E você qual vontade vai querer ficar? Na Vontade Perfeita de Deus ou aceitara as sugestão da serpente o diabo?

• A vontade permissiva

É certo dizer, que a vontade permissiva de Deus é o meio pelo qual Ele põe o homem que criou a prova, isto incluiu Adão e Eva e a todos que um dia Deus o Pai chamou de filho na pessoa bendita do Senhor Jesus Cristo, e dentro desta vontade, Deus permitiu que a serpente aqui representada como o diabo, viesse tentar a mulher veja:

(Genesis cap 3 v 4-5)

“Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.”

Logo as tentações que passamos são permitidas por Deus, todavia, são tentações humanas, pois, “Deus não é tentado e a ninguém tenta” (Tiago cap 1 v 13), e uma vez que o homem é tentado esta tentação não excede a sua capacidade de suportar, pois diz a sua palavra “Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar” (1 Coríntios cap 10 v 13), diante da revelação do Senhor Deus, logo vemos que Adão e Eva eram perfeitamente capazes de suportar a tentação que vos sobreveio, todavia, preferiram o conselho da serpente e desejarão ser tornarem iguais a Deus.

O exemplo de Pedro

Quando Pedro negou ao Senhor Jesus, este fato, nunca esteve na perfeita vontade Deus que viesse a ocorrer, todavia, permitiu não para acabar com Pedro, mas par mostrar a Pedro que Ele nunca mentiu ao seu respeito e quando disse que “Todos se escandalizariam Dele” (Mateus cap 26 v 31), a sua palavra a eles foi fiel, porem, o amor por Pedro não mudou nem um pouco, pois, disse “Quando tu se converteres, fortalece a fé de seus irmãos” (Lucas cap 22 v 32), e diz a história cristã que Pedro morreu por Jesus Cristo e preferiu morrer de cabeça para baixo quando foi crucificado, pois não se achava digno de morrer como morreu o Salvador Jesus.

Ainda em Pedro

Houve também a ocasião que Pedro, pediu ao Senhor Jesus o poder de andar sobre as águas do mar, e Jesus o concedeu, em sua perfeita vontade, porem, no momento que Pedro deixou de fixar o seu olhar no Senhor Jesus e passou a olhar ao redor; viu o vento e as ondas do mar, Pedro saiu da perfeita vontade e entrou na vontade permissiva onde na perfeita: Pedro andou sobre o mar e no permissivo: Pedro afundou. Por quê? Porque quando estamos com nosso olhar fixo no Senhor Jesus o Filho de Deus, estamos seguros, pois Nele não há mudanças e nem variação, Ele é o mesmo ontem, é hoje e sempre será o mesmo, sim, enquanto Pedro olhava para o Senhor Jesus ele estava na perfeita vontade de Deus e todos que estão na perfeita vontade de Deus, conseguem andar sobre as ondas das lutas e dos desafios diários, todavia, quando Pedro deixou de olhar para o Senhor Jesus e passou a olhar para o vento que soprava em seu corpo e para ondas que se levantavam em sua direção, começou a afundar; esta não era a perfeita vontade de Deus, mas, a vontade permissiva, onde Pedro deixou de confiar nas Palavras do Senhor e passou a considerar o mar e as forças da natureza, por esta razão Pedro afundou, mas no momento que Pedro clamou por socorro o Senhor Jesus logo lhe estendeu a sua mão e o salvou. Meus irmãos o fato de Pedro ter afundado, nos mostra o momento que saímos da perfeita vontade de Deus e entramos na vontade permissiva, todavia, isto não significa que o Senhor Jesus desejou que Pedro afunda-se, de modo algum, mas afundou por ter deixado de confiar. Em qual vontade você está agora: Na perfeita gozando dos favores de Deus e andando sobre as ondas? Ou na permissiva se afogando em meio ao mar dos desafios e lutas diárias? Se estiver na vontade permissiva, clame por socorro, pois, o Senhor Jesus te estendera a sua mão e lhe socorrerá como socorreu seu servo Pedro (Mateus cap 14 v 28-31).

• A vontade soberana

Houve um profeta chamado Jonas que vivenciou a Soberana Vontade de Deus, pois, recebeu de Deus uma ordem para ir até a cidade de Ninive pregar uma mensagem de arrependimento ao povo daquela grande cidade, e ao invés de se sujeitar a perfeita vontade de Deus, fez uso do seu livre arbítrio, para fazer a sua própria vontade o de não ir até Nínive, para tanto diz o texto Sagrado que no momento que recebeu a revelação de Deus para ir até Nínive, comprou uma passagem para Tarcis em direção contraria da Perfeita Vontade de Deus, e por não se render a Perfeita Vontade de Deus, teve que viver a Vontade Soberana de Deus, pois diz o texto Sagrado que Deus enviou uma grande tempestade no mar e o barco ficou quase a naufragar e todos os tripulantes que no barco viajavam já haviam jogado no mar suas cargas e riquezas no desespero de tentar salvar o barco para preservar suas vidas, todavia, as condições pioravam até que o capitão do barco e seus tripulantes resolveram lançar sorte, para que alguém explicasse o porquê da grande tempestade e a sorte caiu sobre Jonas, e logo ele entendeu que tudo aquilo era culpa sua por não se dobrar ao querer Perfeito de Deus. Meus irmãos se estão na perfeita vontade de Deus chamada obediência; tudo é mais fácil, ninguém precisa perder nada, o terror da morte não viria e nem o desespero, se simplesmente Jonas tivesse cumprido seu papel e missão de profeta do Senhor, não precisaria passar o que passou, todavia, por não obedecer a Deus na sua perfeita vontade, ele foi lançado ao mar pelos tripulantes daquele navio e do mar diz as escrituras, Deus enviou um grande peixe e o engoliu e por três dias e três noites ficou Jonas na barriga do grande peixe até que se dobrou e clamou ao Senhor Deus que o ouviu e lhe deu uma nova oportunidade de cumprir sua Soberana Vontade o qual era: ir a Nínive e pregar a palavra de Deus para aquele povo (Livro de Jonas). Meus irmãos, muito em breve todos nós havemos de nos dobrar diante da soberana vontade de Deus o Pai, pois o mesmos fará que todos os joelhos se dobre e adore ao seu Filho Jesus e dizer “Só tu és Senhor” (Filipenses cap 2 v 10). Logo nada pode ser melhor que a Perfeita Vontade de Deus, ou será que como Jonas você tem sofrido a dura pena da Soberana Vontade de Deus? Pois, diz o escritor aos Hebreus: “Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo” (Hebreus cap 10 v 31), Jonas caiu nas mãos de Deus e amargou a pena da Vontade Soberana, portanto, saia dos horrores e venha para o perfeito o qual é: a obediência aos ditos do Senhor e Salvador Jesus.

• A simples vontade de Deus

A vontade Simples é a vontade criada por nós como sendo uma fuga de nossas obrigações aos mandamento do Senhor Jesus, pois uma vez que afrouxamos nossos deveres para com Deus Jesus e preferirmos não negar nossos desejos, paixões e sentimentos diários que são contrários a sua palavra que diz: “Negue a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e siga-me” (Lucas cap 9 v 23), eu estou saindo do perfeito e entrando no simples, ou seja, o Senhor Jesus está dizendo: não basta eu negar um dia o meus desejos e no outro eu não nego, não basta eu fazer o certo hoje e a manhã eu não o faço, pois, então não será perfeito, pois, toda vez que eu não aplico tudo que tenho para permanecer na Perfeita Vontade eu automaticamente entro na Vontade Simples, e na vontade simples é o lugar que habita o perigo da religião, é o lugar que mora os que aderem uma vida de liturgia, achando que estão a viver a vontade de Deus o Senhor, quando na verdade estão longe Dele. E todos os que vivem na Vontade Simples, são como as cinco virgens loucas que mesmo sendo virgens, mesmo sendo escolhidas para encontrarem o esposo, não puderam entrar e desfrutar das bodas do cordeiro, por não haver azeite nas suas lamparinas. Por quê? Porque preferiram o conforto dos cultos costumeiros, preferiram as mensagens prontas, preferiram receber as orações ao invés de orarem, preferiram fechar seus lábios ao invés de abrirem e falarem as verdades de Deus; preferiram fecharem os olhos e os ouvidos para não socorrer alguém que vivia a hora da dor, preferiram escolher os melhores lugares ao invés dos humildes e se embaraçaram com as coisas desta vida ao invés de se desprenderem de todas elas, pois, todos que vivem na Vontade Simples não se preocupam em se encherem da presença do Senhor Jesus pelo seu Espírito Santo que nos foi dado (Mateus cap 25 v 1-13). Meus irmãos, diz o texto Sagrado que devemos apresentar nosso corpo como sacrifício vivo e santo diante de Deus (Romanos cap 12 v 1), e diz mais que todo o nosso espírito, alma e corpo deve ser plenamente conservados irrepreensíveis para o dia da sua vinda (1 Tessalonicenses cap 5 v 23), para tanto despertemos enquanto é dia, pois a noite logo vem e nesta hora ninguém trabalha, para que você compreenda; o dia é o agora; é o tempo que Deus nos tem dado para nos preocuparmos com a sua Perfeita Vontade, e para sairmos da mornidão e dos sacrifícios e louvores sem valor, pois bem disse o Senhor Jesus “Não adianta me louvarem com seus lábios se vosso corações estão longe de mim” ( Mateus cap 15 v 18).

É tempo de buscarmos o profundo da intimidade e da comunhão com Deus e sairmos do conforto dos lugares rasos sem cura, sem paz e sem revelação, pois, foi exatamente isto que Deus exigiu do profeta Ezequiel no capitulo 47 versos 3-12 veja:

“E saiu aquele homem para o oriente, tendo na mão um cordel de medir; e mediu mil côvados, e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos artelhos. E mediu mais mil côvados, e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos joelhos; e outra vez mediu mil, e me fez passar pelas águas que me davam pelos lombos. E mediu mais mil, e era um rio, que eu não podia atravessar, porque as águas eram profundas, águas que se deviam passar a nado, rio pelo qual não se podia passar. Então disse-me: Estas águas saem para a região oriental, e descem ao deserto, e entram no mar; e, sendo levadas ao mar, as águas tornar-se-ão saudáveis (Essas águas trará cura e vida por onde quer que ela passa-se disse o Senhor)”

Deus levou o profeta no profundo da comunhão e da intimidade com Ele, de modo que o fez andar, mil côvados, mais mil côvados, mais mil côvados e mais mil côvados até que Ezequiel não mais pudesse andar sobres as águas, e depois que nadou no profundo da intimidade e comunhão; Deus lhe disse: Estas águas vão sarar o mar, vão curar os peixes, vão restaurar a vidas dos rios e dos pântanos e junto as margens destes rios nascera inúmeras arvores que produzirão muitos frutos cujas folhas também serviram de mantimentos, pois, estas águas nãos são águas comuns e terrena, mas, sãos águas saem do santuário de Deus. Meus queridos o Senhor Jesus é a fonte de águas vivas Ele disse: “Todos os que tiverem sede venha a mim e beba” (João cap 7 v 37),e ainda disse: “Porque todo aquele que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede, porque esta água se fará uma fonte em seu interior que jorra para vida eterna” (João cap 4 v 14), logo venham para o perfeito, saia do simples, fuja da aparência e busque a essência que vem do Santuário de Deus, que emana pela revelação do Senhor Jesus Cristo a fonte de águas vivas, desfrute das Verdades do Senhor registradas na Bíblia Sagrada; creia nelas e com alegria as obedeça e então serás perfeito diante de Deus o Pai.

Conclusão: Concluo este texto, louvando a Deus o Pai, que enviou o seu Filho Jesus Cristo o qual é o Segundo Adão (1 Coríntios cap 15 v 45), pois, o primeiro mesmo sendo perfeito, por sua desobediência trouxe a toda a humanidade a morte, mas o segundo Adão a saber; o Senhor Jesus Cristo o verbo encarnado (João cap 1 v 1-3; 14), por sua obediência e morte vincaria, trouxe a todos os que crerem vida eterna em Deus Jesus, pois diz: “Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo” (1Corintios cap 15 v 22), o Senhor Jesus Cristo cumpriu perfeitamente toda a vontade de Deus o Pai, e tudo que Dele estava escrito teve seu cumprimento para que hoje eu e você que crê venha viver neste tempo presente e no vindouro, toda bondade de Deus que um dia o primeiro Adão perdeu, todavia, o Senhor Jesus Cristo o segundo Adão, por amor a humanidade inteira se ofereceu em sacrifício para nos resgatar, isto falo na sua vida perfeita e morte expiatória na cruz; onde ali, Ele pagou o mais alto preço em resgate das nossas almas.

Ev. Eli Hudson
Assembléia de Deus

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

A MIRA DE DEUS É PERFEITA E O ALVO É VOCÊ

A paz do Senhor Jesus Cristo a todos! Quero vos compartilhar as palavras do Senhor Deus; nosso pão diário.

Tema: João cap 1 v 11-12

“Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome”

Titulo: A mira de Deus é perfeita e o alvo é você

Introdução: Ao olharmos para a palavra de Deus onde diz “Deus veio e não foi recebido” (grifo meu), para muitos traz a impressão que ocorreu uma falha nos cálculos Divinos, ou que sua onisciência (poder de saber tudo, passado, presente e futuro), havia falhado! Mas isto se olharmos o texto isoladamente, e não observarmos as revelações do Senhor para seu povo em todas as Sagradas Escrituras (Bíblia), pois, quando assim o fazemos, percebemos que Deus não errou seu calculo, pois, ele não mirou apenas nos judeus, ele mirou também em nós “Mas a todos que o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus aos que crêem no seu nome”. Meus queridos, eu vos convido a enxergar o surpreendente amor de Deus por nós, e descobrir pela palavra de Deus o porquê os judeus o rejeitaram, porque milhares de pessoas ainda o rejeita e como A Mira de Deus nos Atingiu.

• O SALVADOR PROMETIDO

Genesis cap 3 v 15

“E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar”

Comentário: A promessa Divina de Salvação para o homem se deu no jardim do Éden na ocasião da queda do homem, quando por sua desobediência e pelo engano da serpente (o diabo), e na ocasião da queda do homem, Deus o Pai promete o Salvador o Messias descendente da mulher que esmagaria a cabeça da serpente (o diabo). E para nossa alegria e prazer no decorrer dos séculos o Senhor sempre manteve viva sua promessa para seu povo reafirmando as suas palavras veja: “Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel.” (Isaias cap 7 v 14), esta palavra teve seu cumprimento na virgem Maria, mulher agraciada por Deus para se tornar aqui na terra mãe de nosso Senhor Jesus, o Messias Salvador esperado por séculos e agora manifestado aos homens; porque Deus é Fiel em todas as suas promessas (Lucas cap 1 v 30-35).

• O SALVADOR ESPERADO

Ao passo que conferimos a promessas de Salvação aos homens no tópico anterior; neste tópico veremos que Deus o Pai revelou as características do Messias esperado, e através dos profetas diz: “O Salvador que providenciei para vocês será da descendência de Davi, linhagem real, eu farei que reine e ponha fim nas injustiças sobre as nações.”

Jeremias cap 23 v 5

“Eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que levantarei a Davi um Renovo justo; e, sendo rei, reinará e agirá sabiamente, e praticará o juízo e a justiça na terra”

Isaias cap 11 v 4-5

“Julgará com justiça aos pobres, e repreenderá com eqüidade aos mansos da terra; e ferirá a terra com a vara de sua boca, e com o sopro dos seus lábios matará ao ímpio. E a justiça será o cinto dos seus lombos, e a fidelidade o cinto dos seus rins”

Estas não foram as únicas característica do Messias, mas ainda diz: “Ele terá o meu Espírito, abrira os olhos dos cegos, livrará os oprimidos e quebrantados de coração, será homem de dores experimentado nos trabalhos, será justo e humilde e vira assentado em um jumentinho.”

► O Messias teria o Espírito de Deus

Isaias cap 61 v 1

“O espírito do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos”

► O Messias seria um homem experimentado no trabalho

Isaias cap 53 v 3

“Homem de dores, e experimentado nos trabalhos”

► O Messias viria ao seu povo de forma justa e humilde sobre um jumentinho

Zacarias cap 9 v 9

“Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém; eis que o teu rei virá a ti, justo e salvo, pobre, e montado sobre um jumento, e sobre um jumentinho, filho de jumenta.”

• O SALVADOR MANIFESTADO

O Senhor Jesus é o Messias, a Salvação de Israel e de todos os povos, pois, Ele cumpriu tudo aquilo que Dele foi escrito pelos profetas, todavia, o brilho e a luz do Messias dificultaram a visão dos judeus de tal modo que não o enxergaram. Pois, esquecerem que Deus o Pai é Senhor da história e é Ele quem a estabelece veja: “O Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens, e o dá a quem quer” (Daniel cap 4 v 17), isto também foi observado pelo Senhor Jesus, na ocasião em que o rei Pilatos se exaltou dizendo a Ele “Eu tenho poder para matá-lo e para soltá-lo” (João cap 19 v 10), qual foi a resposta do Senhor Jesus “Nenhum poder você teria se do auto não fosse te dado” (João cap 19 v 11). Logo; Deus não está omisso aos acontecimentos mundiais e a história de Salvação dos homens foi escrita por Ele; pois enquanto os judeus estavam esperando a restauração político e mundial, que viria através do Messias, Deus envia o Messias, mas de um modo singelo, justo e humilde como ele já havia revelado. Todavia, a ânsia de ver os romanos destruídos, e o ódio por todos aqueles anos de humilhação só faziam enxergarem um Messias vingador e juiz; não um Messias manso e amoroso, que vivia a salvar os pobres e pecadores, este Messias não se encaixava com aquilo que eles queriam. Este fato meus queridos não é novo, pois, enquanto estamos olhando o que Deus não fez, esquecemos de olhar tudo o que ele fez e está fazendo em nosso favor, pois, se os judeus olhassem para dentro de si e enxergassem os seus pecados, eles veriam o Senhor Jesus como sendo o messias esperado e aquele que pode, e quer perdoar aos homens pecadores “Para que saibais que na terra o Filho do home tem poder de perdoar pecados” (Lucas cap 5 v 24)

• A ORDEM DE SUAS PROMESSAS

Deus é Senhor de todas as coisas, e é Ele que determina o tempo do cumprimento de suas promessas, e como Ele faz ou deixa de fazer, e como Ele determina a hora dos acontecimentos; não nos diz respeito, o que nos diz respeito é nos submetermos a sua palavra tal qual a oração do Pai nosso “Seja feita a sua vontade assim na terra como no céu” (Mateus cap 6 v 10). Pois enquanto os judeus esperavam a guerra exterior, o Messias veio e estabeleceu a guerra no interior dos homens, enquanto os judeus ansiavam vencer os romanos, o Messias os ensinava a vencerem a si mesmo e o ódio pelos romanos veja: “E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas” (Mateus cap 5 v 41), pois, um soldado romano podia obrigar uma pessoa a ajudá-lo em sua carga por uma milha, e qual foi a resposta do Messias: “Ande duas”. Ao inverter a ordem de suas promessas, Deus determinou que primeiro o Messias viesse para curar o homem de seus pecados e maldades interior; sim ele veio nos salvar de nossos pecados! E ao passo que a promessa do Messias restabelecer a ordem política e mundial, Deus em seu inquestionável poder e propósito deixou para o final dos tempos, ou seja, para breve.

• BREVE COMENTÁRIO DO FIM

Meus amados, em breve todo olho há de ver o messias que um dia veio ao mundo em carne, e que foi morto pelos homens e ressuscitado ao terceiro dia por Deus o Pai; o qual é o Senhor de toda a criação. Mas antes que isto aconteça a Igreja do Senhor Jesus Cristo será arrebatada “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados. Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados” (1Corintios cap 15 v 51-52), e o anti-cristo aparecerá e governará as nações com o poder do engano “E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda. A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira” (2 Tessalonicenses cap 2 v 8-9), o anti-cristo também fará, com que os homens o adorem e quem não adorá-lo será morto veja:

Apocalipse cap 13 v 4-8

“E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela?

E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses.

E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu.

E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação.

E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro ”

• O SALVADOR REJEITADO

1 João cap 1 v 10

“Veio para o que era seu, e os seus não o receberam”

O seu povo não o recebeu; agora eu pergunto: Como receber um Messias que não respeitava a religiosidade dos homens de sua época? Pois Ele não respeitava os sábados fazendo muitos sinais e maravilhas, neste dia solene! Como receber um Messias pobre e humilde que vem assentado num jumentinho, ao invés de um alazão? Como receber um Messias que ensinava a orar até pelos meus inimigos? (Mateus cap 5 v 44), Como receber um Messias que me dizia: Vocês são hipócritas e guias cegos, que ao invés de tirar a trave de vossos olhos, ficam querendo tirar o cisco no olho de seus irmãos! Vocês não deixa passar uma mosca, mas engolem um camelo! (Mateus cap 7 v 5 e Mateus 23 v 24), Como receberiam um Messias que dizia a eles: “Qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela” (Mateus cap 5 v 28). Como receberiam um Messias que dizia a eles: O pai de vocês não é Abraão, pois, se vocês fossem filhos de Abraão, vocês creriam em mim. Mas o pai de vocês é o diabo, pois, ele é homicida desde o inicio, e pai da mentira. E o que vocês querem fazer-me? Matar-me por lhes falar a verdade, pois, o vosso amor é pela mentira grifo meu (João cap 8 v 39-44). Eles não puderam aceitar, nem o enxergá-lo, pois, O BRILHO E A LUZ DO MESSIAS OFUSCAVAM A SUA VISÃO, e de modo algum o veriam, pois eles amaram mais as trevas do que a luz e disse o Senhor Jesus: “Eu sou a luz do mundo, e todos que me seguem não andará em trevas, mas terá a luz da vida” (João cap 8 v 12)

• O SALVADOR RECEBIDO

João cap 1 v 12

“Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome”

Meus amados, Deus o Pai não erra e jamais errará seu alvo, pois, o seu primeiro alvo na primeira vinda do seu Filho o Messias foi: Os pecadores, os pobres de espírito, os oprimidos, os enfermos e a todos os que foram rejeitados e estavam a viver sem esperança. Pois disse o Senhor Jesus “Vinde a mim todos os cansados e oprimidos e eu vos aliviarei” (Mateus cap 11 v 28), e isto, é possível enxergar nas muitas ocasiões que comiam com os pecadores “E os escribas e fariseus, vendo-o comer com os publicanos e pecadores, disseram aos seus discípulos: Por que come e bebe ele com os publicanos e pecadores?” (Marcos cap 2 v 16), e qual era a resposta do Messias: “Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento.” (Marcos cap 2 v 17), sim meus amados, o Messias veio para os que reconhecem seu estado de miséria pela falta de Deus, pois, não adianta eu ter tudo, ou seja, estar bem posicionado socialmente, ter honra e respeito onde eu chego, ter conhecimento das Sagrada Escrituras (Bíblia), e presumir em meu coração que já basta, e que todo o meu bem estar é sinal que Deus está comigo ou de outra forma eu estaria sofrendo e sendo castigado. Meus queridos este foi o erro de Israel! Pois julgava a aparência, e não olharam para dentro de si e para seus atos, pois, enquanto enriqueciam, muitos estavam na miséria, enquanto queriam o cumprimento da Lei de Moises no quesito morte e condenação, esquecia do amor ao próximo, outro sim, se as riquezas e posição sociais eram tão importantes; por que o Messias nasceu em um curral de animais e não em um palácio? Por que Deus o Pai celestial, permitiu que seu Filho nascesse em uma família humilde da descendência do rei Davi? Logo meus queridos, você tem que olhar para dentro de si, e considerar sua posição de pecador e carente da gloria de Deus e da presença de seu Filho Jesus Cristo o Messias. Pois diz Deus “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor” (Atos cap 3 v 19).

Conclusão: Eu concluo este texto louvando a Deus por seu Filho Jesus Cristo o Messias esperado, que veio ao mundo e cumpriu tudo que foi revelado ao seu respeito, e que em breve Ele vira novamente para concluir a história e por um fim a toda maldade e injustiças, e tomar par si o reino mundial. Mas antes que isto aconteça, Ele te concede agora a oportunidade de crer Nele e na suas palavras. Meus queridos, permita que o amor de Deus te atinja, crendo e recebendo ao Senhor Jesus como Salvador da sua vida, pois, na sua segunda vinda, Ele não vira com Advogado junto ao Pai para interceder por nós, mais vira como Vingador e Juiz, pois diz: “Minha é a vingança” (Hebreus cap 10 v 30).

Ev. Eli Hudson
Ass. Deus M. Perus

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

ADORAÇÃO E ADORADORES

A paz do Senhor Jesus Cristo a todos! Quero vos compartilhar a palavra do Senhor Deus; nosso pão diário.


Tema : Lucas cap 7 v 37-38

“Um fariseu lhe ofereceu um jantar”

“E uma mulher da cidade, uma pecadora, levou um vaso de alabastro com ungüento”

“E estando por detrás, aos seus pés, chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas, e enxugava-lhos com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés, e ungia-lhos com o ungüento”

Titulo: Adoração & Adoradores

Introdução: Meus amados, o assunto adoração é um tema que por todos é discorrido ou comentado, e ainda que muitos digam, eu não faço isto (adoro) é porque só conhece uma definição de adoração, mas, para se definir adoração de forma correta precisaremos das paginas Sagradas da Bíblia, pois, a minha idéia ou próprio conceito do que é adoração, não pode ser medida ou comparada com a revelação das palavras de Deus. Através do dicionário encontramos a primeira definição de adoração o qual é: Prestar culto; e a segunda é: Amor profundo, esta segunda definição se encaixa com a adoração exigida por Deus em suas palavras, pois, o amor profundo de alguém por uma pessoa, por coisas e objetos e para que possamos adorá-lo de forma perfeita devemos ter por Ele um profundo amor. E para podermos identificar a diferença de adoração aceita e adoração não aceita por Deus Jesus; o servo de Deus São Lucas deixou registrado no capitulo 7 v 36-50, o momento que Simão um fariseu adorou ao Senhor Jesus e o momento que uma mulher pecadora também o adorou.

• FALEMOS DE SIMÃO

Simão era um homem religioso que por sua fez pertencia ao grupo denominado de fariseus, grupo este que seguia rigorosamente as Leis de Moisés servo do Senhor e também as tradições de seus antepassados e como a maioria dos fariseus possivelmente era rico.

• COMO SIMÃO PROPÔS A ADORAR AO SENHOR JESUS ?
Lucas cap 7 v 36

“Convidou Jesus para jantar”

Comentário: Pode se dizer que convidar o Senhor Jesus para jantar, foi um pequeno investimento para Simão diante de tudo aquilo que aprenderia ao ouvir as sabia palavras do Mestre, de poder velo fazer milagres em sua frente (grifo meu). Também é possível concluir no texto sagrado que esta foi a adoração de Simão ao Senhor Jesus e nada mais é mencionado daquilo que ele fez ao Senhor Jesus, pelo contrario; é mencionado tudo aquilo que ele (Simão), deixou de fazer pelo Filho de Deus, mas antes de mencionarmos tudo o que Simão nas fez, veja a seguir, o que uma Mulher pecadora fez!

• FALEMOS DA MULHER

Meus queridos vejam o paradoxo de referências entre a mulher e Simão, pois, enquanto ele recebe o titulo de Fariseu, que significa separado ou santo; sendo que um fariseu também é associado a possíveis riquezas e alta educação; já com a mulher o seu titulo é de pecadora que é o contrario de separado ou santo e os que carregam este título não são associados com posses e riqueza visto que a benção de Deus não está com pecadores, e também é certo lembrar que nem o seu nome aparece no Relato Sagrado.

• ADORAÇÃO DA MULHER PECADORA
Lucas cap 7 v 38

“ E a mulher pecadora soube onde ele estava”

Ao saber onde o Senhor Jesus estava a mulher enfrentou o primeiro desafio da adoração o qual é: Superar tudo aquilo que as outras pessoas vão pensar de você. Analise comigo o texto: A casa não era dela, ela não foi convidada e jamais seria; pois a religiosidade de Simão não permitiria a presença de tal mulher em sua casa. É possível também percebemos nessa reflexão, que a adoração de Simão é discreta e particular, pois, sendo fariseu não poderia mostrar-se dando abrigo ao Mestre Jesus tão publicamente, mas este não foi o único caso de adoração moderada e discreta, pois, certo homem chamado Nicodemos mestre dos fariseus procurou ao Senhor Jesus de noite; Por que? Porque tinha vergonha de adorar ao Senhor Jesus diante do povo, tinha vergonha do que os outros diriam dele, temia perder seu prestigio junto a comunidade judaica da época (João cap 3 v 1-2), todavia, o verdadeiro adorador não está preocupado com que os outros dizem ou pensam de sua atitude de adoração, pois, seu desejo é adorá-lo e seu profundo amor por Deus o fará superar todos os obstáculos, ou seja, ele louva ao Senhor Deus tendo ou não tendo uma voz bonita, pois, bem disse o poeta “DEUS RECEBE O LOUVOR DO PASSARO CANARO ASSIM COMO RECEBE O LOUVOR DA CORUJA”. Desejas ser um adorador com profundo amor pelo Senhor Jesus? Então venças o primeiro obstáculo!

► A mulher levou um vaso de ungüento (perfume caríssimo) (Lc 7 v 37)
A mulher pecadora levou um presente para o Senhor Jesus; quero aqui ressaltar que este presente está muito alem do jantar oferecido por Simão, pois, este vaso de ungüento (perfume), representava a economia anual daquela mulher, isto eu comparo a uma poupança em nossos dias; onde em momentos de apertos nós fazemos uso dela como socorro; sendo que todos que possui (economias), jamais pensa em utilizá-las para outro fim. Agora eu pergunto: Você daria sua economia anual ao Senhor Jesus? Talvez você diga: Se Deus aparecer para mim e me pedir eu darei, todavia, o adorador não tem isto em mente, pois, em sua mente esta a certeza que tudo que ele possui não é exclusivo seu, mas de Deus, e quando o verdadeiro adorador dá a Deus as suas economias, para ele é o mesmo que devolver o que já é Dele antes de ser nosso. Então por que a maioria dos adoradores não faz isto? A resposta não pode ser outra senão pelo fato de estarmos divididos em amar a Deus profundamente, e também amarmos o dinheiro profundamente. Meus queridos, se isto acontece com você, sua adoração não pode ser perfeita.

• O VERDADEIRO ADORADOR SABE SEU LUGAR
Ao entrar na diante do Rei Jesus a mulher logo viu seu lugar de adoração; e foi nos pés do Senhor Jesus que ela encontrou descanso, pois, ali ela chorou, beijou seus pés podendo com seus cabelos enxugá-los e ao mesmo tempo ungi-los (Lucas cap 7 v 38). Meus amados se desejamos, se verdadeiros adoradores, mas procuramos lugar de destaque na mesa; saiba que foi este tipo de adoração que Simão ofereceu ao Senhor Jesus. Mas, se hoje queres torna-se verdadeiro adorador o seu lugar é nos pés, chorando, beijando e ungindo.

• POR QUE A ADORAÇÃO DE SIMÃO NÃO FOI ACEITA ?

► Porque Simão não tinha convicção de quem era o Senhor Jesus, ele achava que Jesus era um profeta, mas ao ponto que viu o Mestre receber a adoração daquela mulher pecadora; até a pouca certeza que tinha de Jesus se um profeta ele perdeu “Quando isto viu o fariseu que o tinha convidado, falava consigo, dizendo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora” (Lucas cap 7v 39). Quero aqui ressaltar, que o Senhor Jesus na terra também foi profeta, mas para os verdadeiros adoradores; cito a mulher pecadora; o Senhor Jesus é muito mais que profeta; Ele é enxergado como sendo Deus, e por isto; todos que assim o enxergam o adoram e o exaltam com amor profundo.

► Simão também caiu no pecado de Caim, pois diz; as Escrituras Sagrada (Biblia), que na ocasião de adoração e louvor a Deus, Caim trouxe o fruto da sua colheita para adorar ao Senhor Deus (Genesis cap 4 v 3), já o seu irmão Abel, trouxe o primogênito de suas ovelhas, ou seja, trouxe para Deus a ovelha mais bonita, a mais gorda e suma deu o melhor de seu trabalho para Deus (Genesis cap 4 v 4). E assim como Caim ficou descontente e nervoso ao ver Deus receber o sacrifício de Abel e não o seu, também Simão ficou descontente perdendo a fé e murmurando em seu coração (Lucas cap 7 v 39).

• A EXPLICAÇÃO DO SENHOR JESUS A SIMÃO

Quero aqui com muita alegria louvar a Deus Jesus! Pois ainda que erramos o alvo como aconteceu com Simão, o Salvador Jesus não o deixou sem uma explicação e ajuda para que a partir deste ponto, Simão se converte-se e passa-se a ser um verdadeiro adorador veja.

► E disse Jesus a Simão:

► Simão: Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; mas esta regou-me os pés com lágrimas, e mos enxugou com os seus cabelos (Lucas cap 7 v 44).

► Não me deste ósculo, mas esta, desde que entrou, não tem cessado de me beijar os pés. (Lucas cap 7 v 45).

► Não me ungiste a cabeça com óleo, mas esta ungiu-me os pés com ungüento. (Lucas cap 7 v 46).

Comentário: O Senhor Jesus é o único capaz de julgar toda e qualquer adoração, e neste texto Ele expõem o coração de Simão e o da mulher pecadora, em outras palavras é possível vê-lo dizendo a Simão: Como você quer receber as benções de um verdadeiro adorador; sendo que, nem as coisas básicas tal qual: beijar-me ao me receber em sua casa, lavar os meus pés e antes que eu me senta-se na em sua mesa,e não ungiu os meus cabelos! Já esta mulher fez tudo isto sem que houvesse obrigação de fazê-lo, pois, afinal foi você que me convidou a estar em sua casa (grifo meu). Meus amados, infelizmente esta verdade relacionada a Simão, ainda esta em alta em nosso dias, pois, queremos ter o Senhor Jesus, mas, não queremos amá-lo com amor profundo e darmos a Ele as devidas honras de Rei, Senhor, Mestre, Salvador e Deus.

• A BENÇÃO MAXIMA DO ADORADOR É O PERDÃO
Através da revelação de Deus e de sua palavra, podemos ver que todo o verdadeiro adorador : Tem convicção de seus pecados, e a convicção que Deus é santo e bom o suficiente para abrigá-lo em seus braços e salva-lo de seus pecados. Já o falso adorado: Não tem convicção de seus pecados, se julga santo e de Deus quer receber louvor; observe o caso da parábola do fariseu e do publicano (cobrador de impostos da época) veja:

(Lucas cap 18 v 10-14)

► v 10 - Dois homens subiram ao templo, para orar; um, fariseu, e o outro, publicano.

► v 11 - O fariseu, estando em pé, orava desta maneira: O Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano.

► v 12 - Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo.

► v 13 - O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: O Deus, tem misericórdia de mim, pecador!

► v 14 - Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado

Conclusão: Meus queridos através das verdades da palavra de Deus (Bíblia Sagrada), é possível enxergarmos que a adoração a Deus, não só se refere com louvores e rituais litúrgicos pré definidos, pois, a verdadeira adoração se refere as nossas atitudes para com Deus, e esta verdade ficou clara nas palavras do Senhor Jesus ao dizer: “Este povo honra-me com os lábios, Mas o seu coração está longe de mim” (Marcos cap 7 v 6), voltemos por um instante em Simão, pois, honrava por fora com um jantar, enquanto que no seu coração rejeitava ao Senhor Jesus não aceitava o que Ele fazia; e ao passo que a mulher intitulada pecadora, não só oferecer seu perfume de ungüento que representava suas economias, mais também ofereceu suas lagrimas e seus beijos ao Senhor. Quero aqui ressaltar que as lagrimas representa o reconhecimento de seus pecados, que os beijos a expressão dos seus sentimentos em louvá-lo e o ungüento o investimento em dinheiro na sua obra aqui na terra, e isto; trará para você na eternidade muitos galardões e honras diante de Deus e de seus santos servos e anjos. Queres ser verdadeiro adorador? Deus está procurando você! Disse Jesus: “O Pai procura os tais que assim o adore” (João cap 4 v 23)


Ev. Eli Hudson
Ass. Deus M. Perus

domingo, 7 de agosto de 2011

O TOLO A ESPADA E A MULHER SÁBIA

A paz do Senhor Jesus a todos! Quero vos compartilhar as palavras do Senhor Deus, nosso pão diário.

Tema: 1 Samuel cap 25 v 3

“Abigail; era mulher sensata”

Titulo: O tolo, a espada e uma mulher sabia

Introdução: Meus amados, Deus em seu infinito amor e bondade nos concedeu nas paginas Sagradas da Bíblia um relato de Salvação entre homens, mulheres e crianças, e isto se deu; pelo fato de uma mulher cujo nome é Abigail ser uma mulher sabia, o contrario de seu marido cujo nome era Nabal, homem egoísta, avarento e soberbo que só olhava para si e nunca no bem estar de seu próximo ou de sua família, neste relato sagrados você verá de forma muito clara que atitudes egoísta e arrogantes te levarão a morte e que pequenas atitudes de humildade e bondade te salvará tanto a ti e a todos que você ama.

• VISÃO GERAL

► Nabal era homem rico, pois, possuía três mil ovelhas e mil cabras (I Samuel cap 25 v 2)

► Tinha muitos servos aos seus serviços (1 Samuel cap 25 v 8, 11)

► E era casado com Abigail mulher Sensata e formosa ( Samuel cap 25 v 3)

► Em resumo foi denominado pela palavra de Deus, como sendo maligno no seu caráter ( Samuel cap 25 v 3)

• O QUE LEVOU NABAL COLOCAR SUA VIDA E DE TODOS EM SUA CASA EM RISCO?

Para acharmos a resposta para esta pergunta de grande importância, é necessário enxergarmos o que estava acontecendo a Nabal e as suas riquezas. Onde o texto sagrado nos revela que no deserto de Parã, estava os servos de Nabal apascentando o seu grande rebanho de ovelhas e cabras, e junto dos rebanhos de Nabal, também estava o exercito de Davi com seus seiscentos homens (1 Samuel cap 25 v 13), mas, ao contrario de Nabal, Davi era líder por excelência, pois, em momento algum permitiu que seus seiscentos homens rouba-se sequer uma ovelha ou cabra de Nabal, causando assim perca de seus bens e constrangimentos aos seus servos na contagem diária de seus bens (ovelhas e cabras). Davi ao contrario de Nabal, não pensava só em si, mas, no seu próximo e tinha caráter humildade e paciência para esperar a ocasião oportuna para pedir comida para si e seus soldados, que no deserto de Parã prestaram serviços indiretos no quesito segurança dos bens de Nabal (I Samuel cap 25 v 15-16). E foi na ocasião que Nabal estava tosquiando suas ovelhas no deserto, que este homem Nabal se mostrou egoísta, arrogante e avarento com seu próximo (no caso Davi e seus soldados).

• Falemos da ocasião da tosca das ovelhas

Era a ocasião onde se tirava a lã das ovelhas e também, se matava algumas ovelhas para dar alimentos aos tosquiadores, ou seja, este era o momento oportuno para Davi pedir a Nabal comida, sem lhe causar constrangimentos a Nabal, pois, afinal era um momento de alegria para o Patrão por causa da lã e matar mais algumas ovelhas para dar ao exercito de Davi não lhe faria mal algum (1 Samuel cap 25 v 6-9). Todavia, qual foi a resposta de Nabal:

► “QUEM É DAVI?” (1 Samuel cap 25 v10)

► “DEVE SER UM SERVO FUJÃO!” (1 Samuel cap 25 v10)

► “Tomaria eu, pois, o meu pão, e a minha água, e a carne das minhas reses que degolei e os daria a homens que não sei donde vêm?” (1 Samuel cap 25 v11)

Comentário: Quem é Davi? Está frase é a maior prova que Nabal só olhava para seu umbigo e que as únicas coisas que importava para ele era ele mesmo, pois, o egoísmo, a soberba e avareza definia o seu caráter de Nabal. Meus amados, quero aqui ressaltar que ignorar o nome de Davi naqueles dias era o mesmo que ignorar o futuro do seu país, seria o mesmo que um brasileiro adulto nunca ouvisse falar do presidente do Brasil; em especial falo do Lula por sua tamanha popularidade. Davi tornou-se famoso por matar o gigante Golias, (1 Samuel cap 17 v 45 – 51), Davi matou duzentos soldados do povo filisteus; seus inimigos direto (1 Samuel cap 18 v 27), em nossos dias eu compararia com uma ação policial, que em um único dia prendessem duzentos traficantes, isto com certeza seria algo notório e falado por todos, Davi trouxe salvação a uma cidade chamada Queila (1 Samuel cap 23 v 5), mas Nabal não sabia disto! Todos os servos de sua casa sabiam inclusive sua esposa Abigail, mas Nabal não sabia. Por que era surdo? Não era egoísta e amante de si, nunca olhava em sua volta. Associar o nome de Davi com o nome de um escravo fujão é prova do seu desrespeito por tudo que Davi fez por Israel em especial matando Golias e iniciando a vitória de Israel contra os filisteus, pois, do contrario ele não estaria rico naquela ocasião. Negar pão, água e carne para aqueles que lhes prestaram um serviço, ainda que indiretamente, ou extra oficial é contra aos princípios de Deus que nos manda a darmos de beber e de comer até aos nossos inimigos (Romanos cap 12 v 20).

• NABAL PROVOCOU IRA E A VINGANÇA NO CORÇÃO DE DAVI

1 Samuel cap 25 v 13 e 22

V 13 ► “Pelo que disse Davi aos seus homens: Cada um cinja a sua espada. E cada um cingiu a sua espada, e Davi também cingiu a sua, e subiram após Davi cerca de quatrocentos homens, e duzentos ficaram com a bagagem”

V 22 ► “Assim faça Deus a Davi, e outro tanto, se eu deixar até o amanhecer, de tudo o que pertence a Nabal, um só varão”

Comentário: O mal já estava feito, pois, enquanto Nabal achava que estava bem, e que havia escorraçado uns dez soldados de um tal Davi, este estava vindo ao seu encontro com vingança e morte para todos de sua casa. Agora eu pergunto: Isto não podia ser evitado? Será que muitas tragédia não poderiam ser evitadas? Pois, bastaria Nabal fazer uma única pergunta aos seus criados que apascentavam seus rebanhos, e tudo seria confirmado. Todavia, agora estava preste a morrer e com ele todos em sua volta.

• COMO NABAL E A SUA CASA ESCAPARAM DA MORTE, SE DAVI ESTAVA DETERMINADO A MATÁ-LOS ?

Para felicidade de Nabal e de todos de sua casa, incluindo servos e servos e também para alegria de Davi, Abigail era uma mulher sabia, e a sensatez morava em seu coração, pois, ao ser procurada por um de seus criados que tinha real conhecimento da tragédia que ocorreria ali dentro de instantes, relatou a ela tudo que sucedera e inclusive da segurança que os soldados de Davi lhes proporcionaram no deserto, e da crueldade que seu patrão Nabal fizera a eles; aos destratá-los e humilhá-los; e a Davi um herói de Israel o comparou a um servo fujão ( 1 Samuel cap 25 v 14-17).

• A SABEDORIA É COISA PRINCIPAL

Provérbios cap 4 v 7

“A sabedoria é a coisa principal”

Que tristeza para Nabal, pois, tinha muitas riquezas, mas não tinha a principal delas, a saber, a sabedoria. Mas como poderia ter! Se a palavra de Deus revela que a sabedoria está com os humildes “Com os humildes está a sabedoria” (Provérbios cap 11 v 2), e ainda diz: “Que todos os que vivem para si de forma isolada e egoísta constitui-se opositores a verdadeira sabedoria” (Provérbios cap 18 v 1). Logo meus amados, se pensas que tudo que Deus te confiou ou te deu é única e exclusivamente para si esta enganado, e esta sabedoria que pensas ter é carnal e maligna (Tiago cap 3 v 15), pois, a sabedoria que vem de Deus é: “Primeiramente, pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia” (Tiago cap 3 v 17)

• A SABEDORIA TEM INICIO EM ATITUDES SIMPLES E HUMILDES

Observe a sabedoria de Abigail:

► O simples fato de escutar seu criado demonstra suas virtudes, pois, diz a palavra do Senhor “Todos estejam prontos a ouvir” (Tiago cap 1 v 19), pois, quem ouve não toma decisões precipitadas e saberá o real estado da situação.

► O simples fato de não tapar o sol com a peneira (dito popular), pois, era mulher consciente de que seu marido era de caráter maligno; isto é possível confirmar, pelo fato de seu criado ou empregado chamar Nabal seu marido de filho de Belial e ignorante por opção “Ele é tal filho de Belial, que não há quem lhe possa falar” (1 Samuel cap 25 v 17), Abigail sabia que era verdade cada palavra inclusive as que se referia ao seu marido e não duvidou de seu criado, pois, era de seu conhecimento o caráter de seu marido. Meus amados não adianta negarmos quem nós somos, o que Deus quer de nós é que reconhecemos nossos erros para que ele possa operar suas misericórdias e poder, se Abigail nega-se o caráter maligno de seu marido, com certeza ela estaria morta junto com ele.

► A simples decisão de corrigir o erro de seu marido, pois, tomou de seus haveres “Duzentos pães, dois odres de vinho, cinco ovelhas guisadas, cinco medidas de trigo tostado, cem cachos de passas e duzentas pastas de figos passados” (1Samuel cap 25v19)

Comentário: Seria dificíl para alguem que é rico fazer isto? Será que Nabal ficaria pobre se toma-se está atitude? Então por que não o fez? A respostá está no seu egoismo e arrogancia. Mas, sua mulher foi sabia em dar ouvido aos seus criados, e foi sabia em tomar a atitude se corrigir o erro de seu marido.

► O simples fato de nada revelar ao seu marido Nabal “Nada declarou a Nabal” (1 Samuel cap 25 v 19)

Comentário: A sabedoria de Abigail, é vista em todos o aspectos; não só em se apressar para corrigir o erro de seu marido, mas, em não dizer a Nabal coisa alguma do que estava realizando; isto esta em harmonia com as palavras do Senhor Jesus que diz: “Não lancai perolas aos porcos” (Mateus cap 7 v 6), ou ainda em proverbios “Não fale ao tolo, pois, ele te desprezará” (Proverbio cap 23 v 9), logo se Abigail fala-se a Ele todos seus esforços seria em vão. Paulo decalra “Eu não luto como dando soco no ar” (1 Corintios cap 9 v 26),ou seja, eu preciso atingir meu objetivo reverter esta situação sendo assim, não devo esmurrar o vento, pois, nada ele vai sentir devo mirar meus esforços no alvo.

• ATITUDES NÃO TÃO SIMPLES

► A atitude de se humilhar e assumir o erro de seu marido

“Vendo, pois, Abigail a Davi, apressou-se, e desceu do jumento, e prostrou-se sobre o seu rosto diante de Davi, e se inclinou à terra. E lançou-se a seus pés, e disse: Ah, senhor meu, minha seja a transgressão; deixa, pois, falar a tua serva aos teus ouvidos, e ouve as palavras da tua serva” (1 Samuel cap 25 v 23-24,28)

Comentário: As atitudes que a aqui se seguem são atitudes de alto nível de sabedoria, pois, prostrar-se diante de alguém e assumir o erro de outro, não é coisa fácil de se fazer. Agora eu pergunto: Como chegarei a este nível de sabedoria? A resposta não pode ser outra a não ser, através de atitudes simples e humildes; eu costumo dizer, que não poderei andar de moto sem primeiro aprender me equilibrar em uma bicicleta, ou ainda; como poderei dar aos famintos cestas básicas de alimentos, sem antes iniciar minha trajetória dando pequenas porções de comidas aos famintos. Voltemos a Nabal, como ele daria ouvidos as palavras de dez soldados de Davi, sendo que nem a seus servos ele ouvia; como poderei dar a devida atenção aos desconhecidos, se nem minha família eu conheço! Isto é um fato; se não exercitarmos o amor ao próximo de forma simples e humilde e nem nos preocuparmos com o que ocorre em nossa volta, seremos pego por uma repentina destruição; ou será que todos têm em casa uma mulher ou um marido sábio? Lembre que grandes projetos e grandes realizações tiveram seu inicio de forma simples e humilde.

• A EXELÊNCIA DA SABADORIA PRESERVARÁ A VIDA

O ápice da sabedoria é salvar a vida veja: “A excelência da sabedoria preserva a vida de quem a possui” (Eclesiastes cap 7 v 12), as atitudes sabias de Abigail teve êxito e a sentença de morte foi revogada, pois, diz Deus “ As palavras brandas alivia o furor (ou ira) ” (Provérbios cap 15 v 1), talvez, você esteja vivendo momentos de grandes pressão e estejas prestes a estourar em algum sentido de sua vida, mas, se revidares com violência e ódio, só trará para si aquilo que você está plantando, mas, Abigail plantou amor e paz e de Deus recebeu o que plantou. Veja:

► “Então Davi disse a Abigail: Bendito o SENHOR Deus de Israel, que hoje te enviou ao meu encontro” (1 Samuel cap 25 v 32)

► “E bendito o teu conselho, e bendita tu, que hoje me impediste de derramar sangue, e de vingar-me pela minha própria mão.” (1 Samuel cap 25 v 33)

► “Então Davi tomou da sua mão o que tinha trazido, e lhe disse: Sobe em paz à tua casa; vês aqui que tenho dado ouvidos à tua voz, e tenho aceitado a tua face” (1 Samuel cap 25 v 35)

Conclusão: Meus amados este texto é de profunda reflexão no que diz respeito aos nossos caminhos, pois, a verdade de Deus aqui expressada nos faz pensar em como estamos vivendo. Agora eu pergunto: Como estou vivendo? Com Nabal sendo egoísta, sendo soberbo, de forma isolada sem se preocupar com todos em minha volta. Ou ainda: Será que estou exercitando de forma humilde e singela o amor e o respeito ao próximo? Pois, sem estes pequenos passos não poderei de forma alguma fazer uma grande jornada. Como correrei uma maratona, sem primeiro participar de pequenas competições? Pois, estas pequenas competições gradativamente vão me preparando para grandes desafios. Como poderei dizer amo a Deus que não vejo se ao meu próximo que vejo eu não faço caso algum! (1 João cap 4 v 20), Como poderei chegar junto de Deus desprezando o seu Filho Jesus Cristo? Pois, diz Deus “Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou” (João cap 5 v 23), disse Jesus “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João cap 14 v 6), Que Deus ilumine nosso corações e mentes para sempre reverenciarmos, e aceitarmos as palavras do filho de Deus Jesus Cristo, pois, sem a qual estaremos condenados a morte eterna.



Ev. Eli Hudson
Ass. Deus M. Perus

Curas e Milagres

Loading...

Arrebatamento

Loading...